DIETA CHINESA 1

Dietoterapia Chinesa

A alimentação na Medicina Tradicional Chinesa  ou MTC não exclui nenhum grupo de alimentos pois todos tem energia vital que podem contribuir para a manutenção e equilíbrio da nossa fisiologia. Esta filosofia oriental recomenda uma dieta variada, buscando alimentos naturais ( aqueles que você consegue imaginar crescendo na natureza), com as 5 cores ( vermelho, verde, negro, branco e amarelo) e os 5 sabores ( azedo, picante, amargo, adocicado e salgado) de forma moderada. Aqui o segredo é a moderação, ou seja, “ O caminho do meio” é a trilha para a saúde física e mental.

A comida é a expressão do Qi ( energia vital) ora mais Yin ( fria, passiva, escura, tranquila, simboliza a energia da lua) ora mais Yang ( quente, ativa, clara, movimentada, simboliza a energia do sol)). Ao acordarmos necessitamos de energia mais Yang para promover nossas atividades. Logo pela manhã até as 14:00 h. , ou seja, hora do almoço devemos buscar alimentos mais Yang que promovem vitalidade e disposição. Para esta visão oriental não é coerente passarmos a manha inteira comendo somente frutas (são mais Yin) pois promovem a energia Yin que é passividade e recolhimento. A tarde o Yang começa a diminuir e o Yin cresce na natureza ( as noites são mais frias) então devemos nutrir nossa energia Yin.

No final do dia, quando escurece, o Yin aumenta na natureza e devemos seguir este fluxo natural nos nutrindo com comida mais Yin.  Evitamos no jantar alimentos Yang e preferimos aqueles que tonificam o Yin e promovem tranquilidade e passividade.  No horário Yang ( dia) devemos priorizar os alimentos Yang e no horário Yin ( noite) vamos aumentar a comida Yin. Se invertermos este processo natural poderemos ter problemas. Por exemplo se utilizarmos alimentos Yang a noite ( que é necessariamente mais Yin) poderemos ter dificuldades no sono ( Yin).  Vamos entender as regras dos alimentos segundo a Medicina Chinesa:

  • Animais terrestres que vivem em contato com o sol são mais Yang em relação aos peixes e frutos do mar (mais Yin) que tem menos contato com o sol
  • Vísceras, como moelas, bucho e vesícula biliar são mais Yang  pois são mais ativos que órgãos como fígado, coração, rins e pulmão pois são mais compactos e armazenadores ( Yin)
  • Os grãos como cereais ( arroz, milho, trigo), leguminosas ( feijões e lentilhas) e sementes ( girassol e abóbora) são mais Yang ( mais contato com o calor do sol) que raízes, tubérculos, bulbos e rizomas que são mais Yin pois estão na escuridão da terra.
  • Frutas, frutos e folhas são expressões do equilíbrio do Yin e do Yang
  • Os alimentos das regiões frias são mais Yin e os das regiões quentes mais Yang
  • Alimentos de aroma forte são mais Yang e os de sabores fortes mais Yin
  • Alimentos mais leves são mais Yang e os mais pesados são mais Yin

 A natureza é a capacidade do alimento gerar frio, calor ou ser neutro. Na MTC a natureza é classificada em 5 estágios: quente, morna, neutra, fresca e fria. Isto será usado nos condimentos, exemplo: a banana é fria mas a canela é quente logo ao aquecermos a banana com canela estamos tornando o alimento mais Yang e menos Yin . A pimenta é quente e a fritura também, logo não se usa frituras com pimentas para não aquecer demais e tornar a comida excessivamente Yang.

Alimentos considerados frescos: abacate, abacaxi, abóbora redonda, agrião, alcachofra, alface, berinjela, camomila, chicória, cogumelo, espinafre, farelo de trigo, feijões, fígado de carneiro e coelho, glúten, hortelã, laranja, limão, manga, melão, orégano, ovo de pata, pepino, rã, rabanete, tangerina e trigo.

Alimentos considerados frios: abóbora moranga, ágar-ágar, algas, amora, aspargos, banana, bardana, caldo de cana, cana de açúcar, caqui, carangueijo e siri, germe de trigo, girassol, marisco, melancia, ostras, polvo, quiabo, tomate.

Alimentos considerados neutros: açafrão, açúcar, alcaçuz, alfafa, ameixa, amendoa, amendoim, arroz, atum, aveia, azeitona, batata, beterraba, cação, viola, cará, carne de boi, carne de porco, carpa, cenoura, shitake, coco, couve, couve flor, ervilha, fava de ervilhas, figo, gema de ovo, gergelim, inhame, leite de vaca, maçã ácida, mel, milho, ovo de galinha, peixe de carne branca, queijo de vaca ou cabra, repolho, sardinha, soja, uva.

Alimentos mornos: aipo, alcaparra, alecrim, alho, alho poró, anchova, camarão, carne de frango, carneiro, casca seca de laranja e tangerina, cebola e cebolinha, cereja, leite de coco, coentro, cominho, cravo, damasco, enguia, erva doce, feno grego, funcho, gengibre, ginseng, goiaba, leite de ovelha, louro, manjericão, mexilhão, morango, mostarda, noz, noz moscada, pêssego,, salsa, tâmara, umeboshi, vinho e vinagre.

Alimentos quentes: canela em casca, gengibre seco, óleo de soja, pimentas, pimentão.

Procure usar na sua dieta aqueles alimentos que você consegue imaginar crescendo na natureza. Evite alimentos como margarina, refrigerantes  e achocolatados. Troque a “ dieta de super-mercado”, rica em alimentos industrializados  e desvitalizados pela comida fresca e orgânica, que é aquela adequada para nutrir nosso corpo e promover as funções fisiológicas.

  • Os 5 Sabores segundo a MTC:
  • Ácido relaciona-se a madeira e fígado
  • Picante ao metal e pulmão
  • Adocicado a terra e baço pâncreas
  • Salgado a água e rim
  • Amargo ao fogo e coração
  • Moderadamente eles ajudam mas em excesso podem prejudicar

 

                           Sabores Tóxicos

                            Sabor        Exemplo
                           Ácido       VInagre
                           Amargo       Café
                            Doce     Açúcar e derivados
                          Picante     Álcool e pimentas
                          Salgado Alimento conservado em salmoura

 

Dicas de alimentação saudável :

  • Ao longo do dia utilize as 5 cores e 5 sabores em cada refeição
  • Evite os sabores tóxicos
  • Utilize produtos frescos e orgânicos
  • Procure nutrir o Yang no horário do sol e o Yin no final de tarde e a noite

  Utilize alimentos que sua tataravó reconheceria como comida

  • Desjejum: o café da manhã é importante , Não saia de casa sem uma refeição nutridora. Promova seu Yang com cereais integrais. Reduza o excesso de laticínios e Escolha alimentos naturais ricos em fibras. Use frutas e extrato vegetal ( aveia e arroz). Suco verde com gengibre é uma ótima opção pela manha. Tahine e geléias sem açúcar. Evite o excesso de cafeína na sua alimentação

  • Colação: uma pequena refeição entre o desjejum e o almoço se você sentir fome. Horário para nutrir o Elemento Terra com frutas adocicadas ou um cereal integral

  • Almoço: uma refeição muito importante pois representa a plenitude do Yang na natureza. Use os cereais integrais e as leguminosas ( feijões). Combine as cores com os sabores. Evite líquidos gelados e sobremesas frias. Respeite o clima para alimentos crus (mais adequados no verão) ou cozidos (melhores no inverno). Use um pouco de condimentos quentes (Yang) como curry e açafrão que ajudam no processo digestório.  Se optar pelas carnes use-as no almoço e prefira os peixes no jantar

  • Lanche: importante para impedir um longo intervalo entre o almoço e o jantar. Evite alimentos Yang como cereais. Utilize frutas ou raízes. Use chá de ervas e evite cafeína ( mais Yang)

  • Jantar: uma refeição mais leve. Evite alimentos Yang para não perturbar o Yin. Procure jantar até as 20:00 h. Utilize sopas ou caldos. Prefira tubérculos, bulbos e raízes. Opte pelos peixes ou frutos do mar. Evite cereais, leguminosas e carnes vermelhas ( mais Yang). Respeite o clima com relação ao cozido (no inverno) ou cru (no verão).  

  • Ceia: Faça somente se tiver um intervalo longo entre o jantar e o dormir. Use alimentos leves como frutas cozida e chás de ervas mais Yin ( capim limão, camomila e erva doce)  

Procure ter consciência daquilo que você come e saiba que a máxima  de Hipocrates ( considerado o pai da medicina)continua valendo no século XXI:  “ Faça do seu alimento o seu remédio” .

 

Prof. Dr. Aderson Moreira da Rocha

Médico de família, reumatologista, especialista em acupuntura pela Associação Médica Brasileira e especialista em Ayurveda pelo Arya Vaidya Pharmacy e Associação Brasileira de Ayurveda. Mestre e doutor em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ e presidente da Associação Brasileira de Ayurveda.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *